Mourão, sobre Witzel: 'Não ligou para se desculpar. Deixa para lá'

Por Estadão Conteúdo

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, chamou de "página virada" o episódio envolvendo a gravação de ligação telefônica por parte do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC). Questionado por jornalistas nesta segunda-feira, 27, se o governador teria se desculpado pelo episódio, Mourão negou. "Não ligou, não. Deixa para lá esse caso. É página virada", disse.

Leia mais:
Dólar atinge maior cotação desde 2 de dezembro com temor de efeito do coronavírus
Cobra chinesa pode ser fonte original do coronavírus

No domingo, 26, Witzel divulgou em sua conta oficial no Twitter um vídeo no qual telefona ao presidente em exercício, com o viva-voz ligado, e pede apoio do governo federal para conter estragos causados pela chuva. Para Mourão, o ex-juiz federal "esqueceu" da ética e da moral ao gravar a conversa sem o avisar O episódio não agradou ao presidente Jair Bolsonaro, que conversou com Mourão e concordou sobre a falta de ética da atitude, segundo informou Mourão nesta segunda-feira.

O vice-presidente disse ainda que amanhã deverá se encontrar com Bolsonaro, que deve chegar em Brasília por volta das 8h.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo