Moradores pedem e Prefeitura cancela carnaval de rua na Gastão Vidigal

Por Estadão Conteúdo

A Prefeitura de São Paulo cancelou o desfile de blocos de carnaval na Avenida Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina, na zona oeste da capital. A decisão ocorreu após reclamações de moradores da região, que chegaram a reunir mais de 2,8 mil apoiadores em um abaixo-assinado virtual.

CARNAVAL 2020
Confira lista dos blocos de rua em São Paulo

A gestão Bruno Covas (PSDB) chegou a divulgar a inclusão da via no circuito de carnaval de rua deste ano. Sete blocos estavam previstos para desfilar na Gastão Vidigal entre 16 de fevereiro e 1º de março, com saída do número 2.245 e dispersão na altura do 1.457, passando em frente à Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp).

Procurada, a Prefeitura não informou sobre os novos trajetos. Os blocos afetados são: Eu Não Vou Embora, que desfilaria em 16 de fevereiro, Batucada Abençoada e Vem com Alma (dia 22), Carrossel de Emoções (dia 24), Carna-Rock (dia 25) e Que Casar que Nada e Asé, respectivamente previstos para 29 de fevereiro e 1º de março.

"A Comissão Intersecretarial de Carnaval de Rua informa que, por motivo de organização e otimização dos espaços públicos, considerou necessária a alteração de local dos blocos que desfilariam na Avenida Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina. Todas as alterações serão previamente publicadas em Diário Oficial", diz nota da gestão Covas.

Em 2018 e 2019, a avenida estava entre as mais de 20 vias da subprefeitura da Lapa vetadas para desfiles de blocos de carnaval, conforme portarias publicadas na época. A decisão tinha como base sugestões da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

No abaixo-assinado, a Associação Viva Leopoldina afirma que a "estrutura de forças de segurança local não comporta eventos dessa magnitude" e que os blocos poderiam prejudicar o abastecimento da Ceagesp.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo