Samu: 42 ambulâncias estão sem funcionários

Por Metro Jornal

Do total de 122 ambulâncias que operam na capital para o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), 42 estão paradas por não ter funcionários suficientes para operá-las.

O sistema passa por uma crise desde o começo do ano passado, com o fechamento de 31 bases e realocamento de ambulâncias e socorristas para hospitais, postos de saúde e subprefeituras.

Segundo o secretário municipal  de Saúde, Edson Aparecido, a prefeitura irá contratar 370 funcionários terceirizados (e não mais por concurso, como antes), para operar todas essas ambulâncias. A contratação deve começar mês que vem, e,  segundo ele, até o final de maio todas devem estar rodando pelas ruas.

Para renovar a frota, a Prefeitura de São Paulo entregou, anteontem, 24 novos veículos para substituir os que já operam há mais de cinco anos.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo