Penitenciária superlotada de Roraima tem surto de doença de pele nos detentos

Por Gabrielle Moura - BandNews FM

Após um surto de doença de pele nos detentos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, o Ministério Público de Roraima pediu, na segunda-feira (20), a interdição parcial do local. Segundo o órgão, os detentos infectados devem ficar isolados para não haver uma epidemia de infecção.

"Para o Ministério Público, mostra-se necessário isolar os presos infectados, para que a infecção não se alastre e atinja toda a massa carcerária, causando uma epidemia de infecção", diz a ação.

Em nota, o governo de Roraima nega que haja surto de doença desconhecida de pele e que apenas sete presos estão internados com algum tipo de infecção. Cerca de 2 mil detentos cumprem pena na unidade de Monte Cristo, que tem capacidade para cerca de 400 presos. São 15 presos por cela, projetadas para três pessoas.

Veja também:
Homem morre de febre hemorrágica brasileira 20 anos após último registro da doença
Impeachment de Trump começa a ser julgado pelo Senado nesta terça

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo