Dispersão do primeiro bloco do Carnaval do Rio tem correria e confusão

Por Marcus Sadok - BandNews FM

A dispersão do Bloco da Favorita, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, foi marcada por confusão na noite de domingo (12). O desfile foi o primeiro do Carnaval de rua na capital fluminense e reuniu 300 mil pessoas.

A confusão teve início no fim do evento, quando um tumulto entre guardas municipais e vendedores ambulantes causou correria no local. A Guarda Municipal afirmou que trabalhava na dispersão dos foliões e teve uma equipe atacada por vendedores que atiraram garrafas de vidro, pedras e objetos.

Veja também:
Brasil tem mais de 4 milhões de animais vivendo nas ruas, ONGs ou abrigos
Carro invade calçada de borracharia e mata criança na zona sul de São Paulo

Cinco agentes ficaram feridos, sem gravidade, e cinco viaturas tiveram os vidros quebrados. De acordo com a Polícia Civil, ao menos 17 prisões em flagrante foram registradas, entre pessoas que estavam no confronto e outros que realizaram furtos e assaltos durante o bloco.

Para dispersar os foliões, foram usados equipamentos como bombas de gás lacrimogênio. Segundo a Secretaria da Saúde, o posto médico de Copacabana realizou 262 atendimentos e fez 34 remoções para hospitais da região.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo