Suspeito de atear fogo em morador de rua na Mooca é reconhecido e polícia faz buscas

Por Maicol Mendes - Band

Os investigadores do 18º Distrito Policial, no bairro da Mooca, na zona leste de São Paulo, fazem buscas nesta terça-feira (7) para tentar encontrar o suspeito de atear fogo em um morador de rua no domingo (5). A polícia conseguiu uma imagem que mostra o homem fugindo do local na hora do crime.

Moradores da região o reconheceram e citaram um apelido, mas ainda não há o nome completo e nem a idade desse suspeito. O homem, que seria também morador de rua e catador de material reciclável, teria tido um desentendimento com a vítima.

Veja também:
Passe Livre faz ato nesta terça em São Paulo contra aumento na tarifa
43% dos passageiros de ônibus de turismo usam cinto de segurança, diz ANTT

Carlos Roberto Vieira da Silva, de 39 anos, foi atacado quando dormia na rua Celso de Azevedo Marques e acabou morrendo na segunda-feira (6), no Hospital Municipal do Tatuapé. O enterro será em Sergipe.

Um galão e um isqueiro foram apreendidos no local do crime – o recipiente foi encaminhado para perícia, para saber o que ele continha. A polícia apura se o morador de rua que morreu tinha desavenças. Tratado inicialmente como lesão corporal, o caso foi enquadrado ontem pela Polícia Civil como homicídio.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo