Instituto pede pausa na construção do parque Augusta por 'grande potencial arqueológico'

Por Metro Jornal

Alegando que a área possui grande potencial arqueológico, o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) enviou um oficio à Prefeitura de São Paulo para paralisar a construção do parque Augusta, no centro.

Segundo a entidade, o terreno pode conter vestígios de populações indígenas, dos primeiros habitantes da cidade e de edifícios do século 20. O Iphan também pediu que arqueólogos possam estudar o local e informou que irá se encontrar nesta terça-feira (7) com a prefeitura para discutir a construção do parque.

A prefeitura disse a obra foi aprovada pelo Conpresp (Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental) e que está tomando as providências “pertinentes” junto ao Iphan.

Veja também:
Caminhão derruba lama e interdita faixas da marginal Pinheiros
Ex-vereador Disnei Leugi morre após telefonema de falso sequestro

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo