Polícia australiana prende 183 suspeitos de começarem incêndios

Por Ansa

A polícia da Austrália informou que prendeu 183 pessoas suspeitas de terem provocado focos de incêndio pelo país. Entre os detidos, estão 40 menores de idade.

LEIA MAIS:
Desmatamento tirou 9,7 mil km² de floresta entre agosto de 2018 e julho de 2019

As 183 pessoas são acusadas de envolvimento em 205 crimes relacionados aos incêndios. Vinte e quatro respondem por incêndio doloso e podem ser condenadas a até 21 anos de prisão.

A Austrália ainda tenta conter numerosos incêndios pelo país, que devastaram florestas e bosques e podem ter matado direta ou indiretamente cerca de um bilhão de animais, de acordo com um balanço divulgado pela ONG WWF.

Mais de sete milhões de hectares – uma área equivalente ao território da Áustria – foram queimados desde setembro na Austrália. As autoridades dizem que a maior parte dos incêndios foram provocados por ação humana. Cerca de duas mil residências foram destruídas pelo fogo e 25 pessoas morreram até o momento.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo