Acusado de participar de ataque à sede do Porta dos Fundos vai se apresentar no fim do mês

Por Michael Veríssimo - BandNews FM

O empresário Eduardo Fauzi, acusado de participar do ataque com coquetéis molotov à sede do Porta dos Fundos, disse em entrevista exclusiva à BandNews FM que pretende se apresentar as autoridades brasileiras no fim do mês de janeiro. Fauzi está foragido desde o mês passado na Rússia, onde tem família.

Segundo o economista, ele foi a Moscou para passar o Natal ortodoxo com o filho e a viagem já estava programada. O suspeito também afirmou que já solicitou ao Kremlin asilo político e que o pedido será analisado após o feriado nacional do país, nesta terça-feira (7).

O PSL expulsou hoje o empresário da legenda. Desde 2011 ele era filiado ao partido. Questionado sobre sua participação direta no ataque, Fauzi não respondeu à pergunta, sob a justificativa de ser uma estratégia da defesa. No entanto, durante toda a entrevista ele se inclui como membro do grupo.

Veja também:
Hackers do Irã atacam página dos EUA e tiram sarro de Donald Trump
Céu ganha cor vermelha na Austrália em meio à incêndios

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo