Papa se irrita com peregrina após ser puxado

Por Ansa

O papa Francisco se irritou com uma peregrina que o puxou durante encontro com fiéis que se reuniam na Praça São Pedro, no Vaticano, na noite desta terça-feira (31).

Após visitar o presépio montado no centro da praça, o líder da Igreja Católica caminhou para cumprimentar as pessoas e deu atenção especial às crianças.

Em determinado momento, no entanto, uma mulher agarrou sua mão direita e o puxou para perto de uma grade que o separava dos fiéis. O Papa reclamou da abordagem e chegou a dar um leve tapa na mão da peregrina para se soltar, saindo visivelmente irritado.

A visita à Praça São Pedro aconteceu após a liturgia do "Te Deum", hino cristão de agradecimento pelo ano que passou. A homilia é tradicionalmente dedicada à cidade de Roma, da qual o Pontífice também é bispo.

"Roma não é apenas uma cidade complicada, com tantos problemas, desigualdade, corrupção e tensões sociais. Roma é uma cidade à qual Deus envia sua palavra, que se aninha em meio ao coração de seus habitantes e os incentiva a acreditar, apesar de tudo, e a lutar pelo bem de todos", disse.

Segundo Francisco, o "coração pulsante" de Roma é formado pelo "povo dos menores e dos pobres que a habitam". "Penso nas tantas pessoas corajosas, crentes ou não crentes, que encontrei nestes anos", acrescentou.

No último dia de 2019, Jorge Bergoglio também participou, de forma privada, do funeral da professora e amiga Maria Grazia Mara, realizado na paróquia de San Giuseppe al Nomentano, também em Roma. A docente faleceu na última segunda-feira (30) e publicou diversos livros sobre a história do cristianismo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo