Rodízio de veículos está suspenso na cidade de São Paulo

Por Metro Jornal

A partir desta segunda-feira (23), o rodízio municipal de veículos está suspenso na cidade de São Paulo. A medida será válida até o dia 10 de janeiro de 2020, voltando a vigorar na segunda do dia 13 de janeiro.

A suspensão da restrição veicular é válida apenas para carros de passeio. Já o rodízio de placas para veículos pesados, como caminhões, e outras restrições, como a ZMRC (Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões) e a ZMRF (Zona de Máxima Restrição ao Fretamento), continuam valendo normalmente.

Veja também:
Acidente entre carro e carreta no trecho oeste do Rodoanel deixa um morto
Papai Noel é preso por exibir pornografia para crianças em São José dos Campos

O rodízio municipal restringe a circulação de veículos dentro do Centro Expandido da capital paulista, com restrição diária dependendo do número final da placa do carro, e em duas faixas de horário – das 7h às 10h e das 17h às 20h. O desrespeito ao rodízio municipal é uma infração de nível médio, com multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do motorista.

Zona azul no parque Ibirapuera

A Prefeitura de São Paulo também anunciou que não haverá fiscalização de estacionamento rotativo Zona Azul nos bolsões internos e vias no entorno do parque Ibirapuera nos feriados do Natal e Ano Novo. Dessa forma, não será necessário comprar o CAD (Cartão Azul Digital) nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e no dia 1º de janeiro de 2020.

A medida não vale para os demais pontos de Zona Azul na cidade, que seguem vigentes conforme a sinalização de cada via. Estacionar em local de Zona Azul sem ativar o CAD é uma infração de nível grave, com multa no valor de R$ 195,23 e acréscimo de cinco pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do motorista. O enquadramento permite remoção do veículo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo