Prévia da inflação em dezembro é de 1,05%, puxada pela alta no preço da carne

Por Daniella Dias - BandNews FM

O preço das carnes disparou 17,71% em dezembro impactando assim, a prévia da inflação para o mês que teve alta de 1,05% em relação a novembro.

De acordo com o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), divulgado nesta sexta-feira (20) pelo IBGE, a taxa da inflação registrada é a maior alta mensal desde junho do ano passado e o maior resultado para o mês de dezembro desde 2015.

Além da carne, produtos como o feijão-carioca e as frutas registraram alta no mês analisado. Já a batata-inglesa e a cebola tiveram queda de preço

A alimentação fora do domicílio e as despesas com transporte pesaram no bolso do consumidor, assim como a gasolina e o etanol que continuaram subindo de preço.

Veja também:
Fies passa a exigir nota mínima na redação do Enem
Orçamento 2020 na cidade de São Paulo será de R$ 69 bilhões

As passagens aéreas também registram alta de 15,63% em dezembro. Nem os bolões de loteria de fim de ano fugiram da aceleração da inflação. Devido aos reajustes nos preços das apostas lotéricas, que teve vigência no dia 10 de novembro, os jogos de azar ficaram 36,99% mais caros.

Dos nove grupos de produtos e serviços analisados, apenas o de "artigos de residência" apresentou deflação de 0,84%, puxada pela queda nos preços de itens como televisão, som, informática e mobiliária.

Entre novembro e dezembro todas as regiões pesquisadas apresentaram alta. O menor resultado foi registrado na região Metropolitana de Recife e o maior índice na região metropolitana de Belém.

No acumulado, a inflação fechou o ano de 2019 em 3,91%, acima dos 2,67% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo