Quase 9 milhões de brasileiros foram vítimas de golpes no WhatsApp

Levantamento de desenvolvedora de segurança aponta efetividade de criminosos no aplicativo

Por Narley Resende - BandNews FM

O número de vítimas de golpes de clonagem ou sequestro de contas de WhatsApp chega a quase nove milhões de pessoas no Brasil, segundo pesquisa da empresa PSafe, desenvolvedora de aplicativos de segurança.

O gerente de compras Luiz Claudio de Mattos anunciou um imóvel em um site de vendas e recebeu uma ligação de uma pessoa que se passava por um funcionário de suporte da empresa. Ele recebeu uma mensagem SMS do suposto funcionário, digitou os números solicitados no WhatsApp e perdeu o controle da conta. Depois, seus contatos e grupos começaram a receber mensagens do invasor que se passava por ele.

Veja também:
Operação mira Queiroz e ex-assessores de Flávio Bolsonaro por ‘rachadinha’
FGTS é liberado para nascidos em novembro e dezembro

O especialista em segurança cibernética Bruno Prado, da empresa UPX, afirma que a resposta do WhatsApp é demorada, mas o procedimento do aplicativo para recuperar o acesso costuma funcionar. Caso a conta não seja recuperada, o advogado especialista em Direito Digital Guilherme Guimarães recomenda que a vítima reúna todas as provas possíveis.

A perda da conta após permitir o acesso não geraria uma indenização porque a empresa não foi responsável pela permissão. O levantamento da PSafe mostra que a cada dia 23 pessoas em todo o País são vítimas dessa modalidade de golpe no WhatsApp.

Loading...
Revisa el siguiente artículo