Polícia tira de chácara 33 cães com maus-tratos

Por Metro Jornal

A Polícia Civil localizou na segunda-feira uma chácara em Itu (101 km de SP) com 33 cachorros da raça pitbull com sinais de maus-tratos e que eram submetidos a participar de rinhas. Além deles, animais silvestres também foram resgatados.

A chácara seria, segundo denúncia, de um dos 41 presos no sábado – 40 foram soltos na segunda –, envolvidos com rinha em Mairiporã (SP).

Segundo a polícia, uma equipe foi até a chácara, acompanhada de veterinários de ONGs da região, para investigar denúncia anônima de maus-tratos e rinha.

Foi constatado que os animais ficavam na chuva e sem alimentação e que “tinham graves problemas de saúde” – alguns precisavam de transfusão de sangue.

Além dos cães, foram resgatados na chácara dois cavalos, duas calopsitas, duas maritacas, dois gambás, um porquinho-da-índia e um canário-da-terra.

No local foram localizados, além de um ambiente de prática de rinha, remédios vencidos e vacinas armazenadas de maneira incorreta, segundo a polícia.

Uma denúncia apontou que o local pertence a um dos peruanos presos em Mairiporã (SP) e que os animais estavam sendo retirados da chácara depois da ação da polícia naquela cidade. Um cartão de crédito também foi encontrado com o nome do suspeito. Ele é investigado pela Polícia Civil por envolvimento com prática de rinha.

Foi solicitada perícia para a chácara e os cachorros foram levados à Associação de Vida Animal, em Atibaia (SP), onde serão avaliados por veterinários e seguirão para adoção em seguida.

Os animais silvestres foram levados ao Centro de Referência de Assistência Social da região, onde também passarão por avaliação e reabilitação.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo