Casa das Rosas, na avenida Paulista, terá obras de restauro a partir de 2020

Por Metro Jornal

O museu Casa das Rosas, na avenida Paulista, centro de São Paulo, vai passar por obras de restauro em 2020. O processo tem previsão de dois anos para ser finalizado e tem custo de R$ 4,2 milhões.

De acordo com a Poiesis, organização social que gere o local, 80% do custo de reforma será pago por recursos obtidos por um fundo do Ministério da Justiça que devolve à sociedade valores arrecadados por multas, acordos e condenações judiciais. O restante fica a cargo do Governo do Estado.

Veja também:
‘Havendo forças para continuar, continuo’, diz Bruno Covas
R$ 1.031: Congresso aprova salário mínimo sem ganho real para 2020

O imóvel, tombado pelo patrimônio histórico, não sofrerá alterações, sendo o objetivo principal das obras recuperar as características originais da edificação, contruída na década de 1920. A reforma, aprovada pelo Condephaat (órgão estadual de defesa ao patrimônio), pretende também aprimorar o museu como espaço público de cultura.

Durante a obra, atividades educativas e culturais vão seguir no jardim do museu, em espaço preparado para receber oficinas e mostras gratuitas. Já o acervo do prédio será guardado em uma reserva técnica.

Outros espaços da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo – como a Casa Guilherme de Almeida e a Casa Mário de Andrade –, além de instituições parceiras, vão receber algumas das atividades planejadas para o espaço em restauro. A Casa das Rosas recebeu 448 mil visitantes em 2019.

Casa das Rosas em fotos

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo