Apenas um dos 41 presos por rinha em Mairiporã continuará detido

Polícia Civil também encontrou chácara com outros 33 pit bulls

Por Rádio Bandeirantes

A Justiça determinou a soltura de 40 dos 41 presos em flagrante por participação em rinha de cães em Mairiporã, Região Metropolitana de São Paulo. A audiência de custódia ocorreu nesta segunda-feira (16) e determinou que apenas o organizador do evento deveria continuar na prisão.

Leia mais:
Agente armado em vagão da CPTM causa pânico e passageiros fogem de trem
Desabamento parcial de prédio em Barueri deixa um morto e três feridos

Os demais participantes foram soltos e terão até dez dias para pagar fiança com valor que varia entre dois e 60 salários mínimos.

A Polícia Civil conseguiu resgatar os animais depois de ter recebido uma denúncia anônima. Os 19 cachorros encontrados, todos da raça pit bull, estavam muito machucados. Havia também cães mortos no local.

Chácara em Itu

Nesta segunda-feira, Polícia Civil também encontrou uma chácara em Itu com 33 pit bulls que pertenceriam a um dos presos na investigação, um peruano. Graças a uma nova denúncia anônima, os policiais chegaram antes que todos os animais fossem retirados na propriedade, operação que teve início após a prisão dos suspeitos.

Os cachorros foram encontrados presos a correntes e em espaços separados, com pouca água e comida.

De acordo com a Polícia, eles serão transferidos para uma ONG em São Paulo ainda nesta terça-feira (17).

Loading...
Revisa el siguiente artículo