Parque Augusta deve ficar pronto em junho de 2020

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo apresentou o projeto base de construção do parque Augusta e estimou que a nova área de lazer deve ser entregue em junho de 2020. Em entrevista coletiva na última sexta-feira, o promotor de Justiça Silvio Marques afirmou que “não existe nenhuma possibilidade de não haver implantação do parque Augusta”.

A área de 23 mil metros quadrados com vegetação preservada pertencia a duas construtoras que queriam erguer prédios no local, na Consolação (centro). Com ação de moradores, prefeitura e Ministério Público, a área foi doada para o município em 2019 e as construtoras ganharam o direito de construir em outros locais da cidade, mas terão de fazer as obras do parque.

Veja também:
Radares começam a multar nesta segunda em 4 túneis de São Paulo
A carne está cara? Use o ovo! Confira sugestões de receitas com a proteína

Localizado entre as ruas Augusta, Caio Prado e Marquês de Paranaguá, vai abrigar área para redes, academia da terceira idade, cachorródromo, playground e bosques com espécies nativas do município.

O portal na rua Caio Prado e casa do bosque já passam por restauros. Moradores da região querem a restauração do muro do parque por possuir arcadas antigas. Laudo da construção está em andamento, mas segundo Marques, “o que não for possível de manter, será derrubado”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo