Evo Morales vai a Argentina e pede refúgio: 'veio para ficar'

Por Ansa

O ex-presidente boliviano Evo Morales chegou nesta quinta-feira (12) a Buenos Aires, na Argentina, com a intenção de solicitar o status de refugiado ao novo presidente Alberto Fernández.

LEIA MAIS:
Chile encontra partes de corpos de passageiros de avião desaparecido
Nova lei de cidadania aprovada na Índia exclui muçulmanos

"Suponho que Morales veio para ficar", disse o ministro das Relações Exteriores da Argentina, Felipe Solá, membro do governo do peronista Fernández. "Foi dado asilo para entrar no país, mas agora estão firmando o pedido de refúgio, que é uma condição diferente e deve ser aprovada pelo Ministério do Interior.

A diferença entre asilo e refúgio é que o último tem normas", explicou. O boliviano, que estava em Cuba, renunciou ao poder em novembro, após uma série de protestos populares contra suspeitas de irregularidades nas eleições.

Depois de renunciar ao cargo, Morales viajou ao México, onde disse que viveria. Em seguida, foi para Cuba para um tratamento médico. Com a eleição de Fernández, cuja vice-presidente é Cristina Kirchner, uma aliada na América do Sul, Morales resolveu ir para a Argentina.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo