Perto do Natal, comércio do Brás tem nova operação contra pirataria

Por Metro Jornal

A duas semanas do Natal, grandes regiões comerciais do centro de São Paulo recebem milhares de consumidores atrás dos presentes para amigos e familiares. Nesta quarta-feira (11), o Brás amanheceu cheio, mas de agentes e fiscais da Polícia Civil, Receita Federal e Prefeitura de São Paulo.

O motivo é a realização de mais uma ação da operação Comércio Legal, que visa a busca e apreensão de produtos falsificados no bairro, que possui grande presença de lojas e vendedores ambulantes.

Veja também:
Árvore de 25 metros cai no telhado de creche na Vila Mariana
Ouvidoria aponta 15 mortes em oito pancadões em São Paulo

As apreensões tiveram início por volta das 6h30 em quatro pontos comerciais da rua da Juta. Segundo o secretário executivo Fábio Lepique, são quatro alvos e a expectativa é a apreensão de 30 a 40 toneladas de produtos. O Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil) aponta que o foco são lojas de calçados, roupas e óculos são os principais alvos.

Além dos agentes públicos, representantes das marcas afetadas pela pirataria também estão presentes para acompanhar a operação – que chega a sua 37ª ação neste ano. "Este foi um ano muito importante para a cidade. Nós apreendemos mais de 3,2 mil toneladas das operações da prefeitura ou conjuntas com parceiros", afirmou Lepique.

Operação Comércio Legal Brás Reprodução/Polícia Civil
Loading...
Revisa el siguiente artículo