Preço do etanol segue em alta nos postos de São Paulo

Por Metro Jornal

O preço do etanol subiu pela quinta semana seguida nos postos de São Paulo. Com uma alta de 2,38% na última semana, o litro do biocombustível atingiu R$ 2,878, valor 6% maior em relação ao início de novembro, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo).

Comparado à primeira semana de outubro, quando o etanol  custava, em média, R$ 2,624, o preço subiu 9,68%.

Mas motoristas têm se surpreendido com aumentos maiores na última semana. “Abasteci na Marginal Pinheiros e o álcool, que estava R$ 2,49, agora está R$ 2,87”, disse ontem um ouvinte da BandNews FM.

O valor supera os R$ 3 em alguns postos, segundo a pesquisa realizada pela ANP em 180 unidades.  O preço varia de R$ 2,589, na Penha de Franca, a R$ 3,799, no Jardim da Saúde.

Nas usinas do estado de São Paulo, principal produtor do país, a cotação do etanol tem registrado valorizações semanais desde meados de setembro, à medida que o centro-sul caminha para o período da entressafra de cana e o consumo se mantém forte.

Segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), o preço do produto na usina subiu 18,6% desde setembro, para R$ 2,0097 por litro em média. Foi a primeira vez na história que o litro superou os R$ 2.

A União, representante das indústrias de cana-de-açúcar, diz que os preços do etanol são livres em todos os elos da cadeia (produção, distribuição e comercialização) e refletem movimentações do mercado. “O preço disponibilizado pelo Cepea semanalmente reflete uma média dos negócios ocorridos na semana no estado de São Paulo e variações nele não significam necessariamente impactos para o consumidor”, afirma.

Apesar do aumento, o etanol ainda é mais vantajoso para o bolso do motorista em São Paulo em relação à gasolina, que também está em alta. Na última semana, o litro do combustível subiu 1,74%, chegando a R$ 4,257. Com isso, na média, o biocombustível tem um preço inferior a 70% do derivado de petróleo, limite para ser considerado vantajoso.

Segundo a ANP, a gasolina nos postos custa de  R$ 3,749, no Tucuruvi, a  R$ 4,999, no Jardim da Saúde.

A gasolina está 3,57% mais cara em relação ao início do mês passado. O aumento ocorre após a Petrobras elevar o preço do combustível por duas vezes nas refinarias em novembro, em meio à valorização do dólar. O último reajuste, no dia 27, foi de 4%.

combustível Reprodução

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo