Doria recebe parentes de vítimas em Paraisópolis nesta segunda

Por Metro Jornal

O governador João Doria (PSDB) deve se encontrar nesta segunda-feira (9) com familiares das nove vítimas que morreram durante ação policial em um baile funk em Paraisópolis, no dia 1º de dezembro.

O encontro foi acertado na quarta (4), quando foi organizada uma passeata desde o ponto onde os jovens morreram até o Palácio dos Bandeirantes, onde uma comissão foi recebida pelo governador.

Pomba simbolizando a paz é projetada em baile em Paraisópolis Pomba simbolizando a paz é projetada em baile em Paraisópolis / Marlene Bergamo/Folhapress

No início da semana passada, ao comentar a ocorrência, Doria disse que os procedimentos da Polícia Militar em Paraisópolis e outras comunidades iriam continuar. Na quinta (5), no entanto, o governador recuou. Após divulgação de vídeo de outra ação em Paraisópolis, em outubro, que mostrava um PM batendo com uma barra em jovens que saíam de um beco de mãos para cima, Doria disse que procedimentos e protocolos seriam revistos para “inibir, se não acabar com qualquer perspectiva da utilização de violência e de uso desproporcional da força” pela polícia.

Nesta segunda, secretários estaduais e municipais devem se encontrar com líderes da comunidade para discutir a criação e intensificação de políticas públicas no local. Representantes de pastas como Cultura, Segurança e Assistência Social foram destacados para o encontro.

Homenagem

No sábado (7), foi realizada uma nova edição da festa Dz17, o baile funk em que estavam os jovens que morreram. Uma pomba representando pedido de paz foi projetada. Muros de Paraisópolis foram grafitados com ilustrações alusivas aos jovens e frases de protesto.

Uma missa foi realizada antes do baile. Já no domingo (8), um culto ecumênico, conduzido por um pastor, freis franciscanos e um kardecista, reuniu familiares de vítimas e moradores de Paraisópolis na rua Ernest Renan, onde normalmente acontece o baile.

Veja também:
Minhocão terá interdições por seis meses para obras de segurança
Vacina da gripe será dada a partir de 55 anos

Loading...
Revisa el siguiente artículo