Russos pintam urso polar com spray e animal agora corre risco de vida

Por Metro Jornal

O que era para ser uma brincadeirinha (e, para alguns, de mau gosto) pode se tornar fatal para um urso polar na Rússia.

Imagens divulgadas por pesquisadores da vida animal nas redes sociais mostram o animal com grandes manchas pretas em seu corpo, formando "T-34". Este é o nome de um tanque de guerra utilizado na Segunda Guerra Mundial.

A pintura, aparentemente feita com tinta spray na cor preta, foi notada por moradores nativos da região de Chukotka, subdivisão autônoma no estremo leste da Rússia. A população local logo contatou membros da unidade russa da ONG World Wild Life (WWF) via WhatsApp.

Um destes membros foi o primeiro a compartilhar as imagens nas redes sociais. Em seu Facebook, Sergey Kavry publicou o seguinte vídeo do urso:

😠Вот зачем?!, зачем!!!😠
Он же не сможет охотится незаметно! От голода начнёт отбирать добычу, погибнет сам или других покалечит.
В села начнёт заходить.

Posted by Серёга Кавры on Sunday, December 1, 2019

Kavry também alertou para o perigo que a brincadeira pode causar ao animal. Com as manchas pretas em seu corpo, o urso não pode mais utilizar-se de seu pelo branco para camuflar-se na neve.

Sem o poder de camuflagem, ele fica exposto e facilmente percebido por presas. "Ele não vai poder caçar sem ser notado", explicou o membro da WWF. Para Kavry, o mamífero corre risco de morrer de fome.

A esperança dos ativistas é que a tinta usada para pintar o urso seja lavável em água. Caso seja, deve sair aos poucos e levar de duas a três semanas para desaparecer completamente – possibilitando novamente a caça.

O caso repercutiu na imprensa russa, que passou a especular sobre os possíveis culpados pela pintura. "É provável que [os culpados] fizeram como uma brincadeira. Eles sentem que não precisam de permissão, que estão acima da lei", disse o pesquisador sênior Anatoly Kochnev, da Academia Russa de Ciência, à agência RIA Novosti.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo