Fundadores do Google deixam cargos de liderança na empresa

Por Ansa

Os fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, anunciaram nesta terça-feira (3) a renúncia de seus cargos de liderança no grupo Alphabet. A decisão foi revelada por Page, presidente-executivo da empresa, em uma carta no blog da companhia. O texto também é assinado por Brin. "Alphabet e Google não precisam mais de dois CEOs e um presidente", escreveram os executivos, fazendo uma comparação das empresas a um "jovem adulto de 21 anos" que já pode deixar o ninho.

Page e Bin ainda prometeram permanecer ativamente na companhia como conselheiros e acionistas, já que controlam mais de 51% dos votos na Alphabet. "Foi um tremendo privilégio estar envolvido profundamente na gestão do dia a dia da empresa por tanto tempo. Acreditamos que é hora de assumir o papel de pais orgulhosos, oferecendo conselhos e amor, mas sem cobranças diárias", diz a carta.

Com a renúncia, Sundar Pichai, que administra o negócio de internet do Google desde 2015, ocupará o cargo de executivo-chefe da empresa.

A dupla criou o Google em 1998. Já a Alphabet foi fundada em 2015 como uma espécie de "guarda-chuva" debaixo do qual estão algumas empresas do grupo, como o Google Inc, responsável pelo buscador, o Gmail, o Youtube, entre outros serviços.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo