Deputado pede namorada em casamento durante votação no Parlamento italiano

Por Ansa

O deputado italiano Flavio Di Muro, do partido nacionalista Liga Norte, surpreendeu na quinta-feira (28) ao pedir sua namorada em casamento no meio de uma votação do Parlamento em Roma. No entanto, o pedido não foi nenhuma surpresa para a companheira, pois o matrimônio já estaria marcado desde setembro.

Na ocasião, enquanto a Casa votava um projeto de lei sobre terremoto, que tem sido debatido há meses na Itália, Di Muro pediu a palavra para discursar na tribuna e fez a proposta de casamento à parceira que estava assistindo à sessão.

O pedido foi recebido com aplausos por alguns parlamentares. Já o presidente da Câmara dos Deputados, Roberto Fico, criticou o gesto e tentou interromper o político.

Entretanto, de acordo com o jornal "Corriere della Sera", o pedido de casamento teria sido apenas uma encenação.

O casamento entre Di Muro e sua namorada, Elisa, já estava planejado há três meses e a namorada do político sabia que iria se casar. A cerimônia será realizada nesta quinta-feira (5), na catedral de Ventimiglia, e o casal já teria até concluído o curso pré-marital.

"Estou com Elisa há anos. É claro que já falamos de casamento no passado, mas não havia nenhuma declaração oficia, e eu não havia lhe dado o anel. Fiz isso naquela ocasião, foi um gesto genuíno", se defendeu Di Muro.

A proposta de Di Muro gerou um amplo debate na Itália sobre o uso dos assentos da Câmara para eventos pessoais. O prefeito de Milão, Giuseppe Sala, afirmou que ficou "chateado" pela declaração do político.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo