Projeto quer capacitar e formalizar vendedores ambulantes na CPTM

Por Metro Jornal

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) fez uma parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para capacitar e formalizar os vendedores ambulantes que atuam nos trens e dependências de suas estações. O projeto consiste em um curso profissionalizante e auxílio para regularizar e instalar os comerciantes legalmente no sistema metropolitano.

O curso, de quatro horas, trabalha com noções de gestão, marketing e estrutura, além de apontar os benefícios e os caminhos para se formalizar e ter um negócio legal. No projeto piloto, 48 vendedores ambulantes participam em duas turmas na estação Engenheiro Goulart, que atende as linhas 12-Safira e 13-Jade. As aulas estão marcadas para o dia 4 de dezembro.

Veja também:
Uma a cada 10 pessoas já foi assediada sexualmente no Metrô ou CPTM, diz Procon-SP
Pedra fura teto de ônibus e fere passageira na zona oeste de SP

Depois do processo de capacitação, os ambulantes poderão cadastrar-se como MEI (Microempreendedor Individual) e Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), para ter um CNPJ a custo baixo e sem burocracias. O objetivo é que os pequenos empresários regularizados atuem dentro das estações da CPTM – os locais estão sendo estudados.

A atuação é temporária e o empreendedor deverá pagar pelo uso do espaço. Interessados podem preencher um formulário clicando aqui. “É uma parceria muito importante para todas as estações, para quem utiliza o sistema e tem a oportunidade de se formalizar no mercado de trabalho", afirmou o presidente da CPTM, Pedro Moro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo