Concessão da linha 15-Prata do monotrilho é anulada pela Justiça

Por Metro Jornal

A concessão da linha 15-Prata do monotrilho, na zona leste de São Paulo, foi anulada pela Justiça na quarta-feira (27).

A decisão judicial atendeu à reivindicação do Sindicato dos Metroviários, que alegou ser necessária uma autorização da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) para o contrato, segundo o site G1.

Veja também:
Pedra fura teto de ônibus e fere passageira na zona oeste de SP
Mãe que matou o filho por homofobia em SP é condenada a 25 anos de prisão

O Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, afirmou que a Procuradoria Geral irá recorrer da decisão, ressaltando que o objetivo é que o estado tenha capacidade de investir em aumento na estrutura de transporte metropolitano.

Mesmo com cinco anos de operação do monotrilho, a ViaMobilidade, vencedora da licitação, ainda não assinou o contrato com o governo estadual. Segundo Baldy, a data de entrega prevista para as novas estações da linha – Sapopemba, Fazenda Juta e São Mateus – continuará a mesma: fim de 2019.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo