EUA: Homem mata jovem por ignorar suas cantadas na rua

Por Metro Jornal

Um homem foi preso no domingo (24) sob acusação de ter matado uma jovem que ignorou seus chamados na rua.

Donald Thurman, residente de Chicago, teria dito aos promotores do caso que ficou "bravo por ter sido ignorado" pela universitária Ruth George, de apenas 19 anos.

O suspeito teria seguido a jovem pelo estacionamento da Universidade de Illinois, até alcançá-la. Ele então teria a imobilizado pelo pescoço, com uma chave de braço, e arrastado-a até o carro de George.

No banco de trás, Donald Thurman teria estuprado a vítima, que já estava inconsciente. A força exercida pelo suspeito teria causado o estrangulamento, e, em seguida, a morte de Ruth.

LEIA MAIS:
Maioria do TRF-4 decide elevar pena de Lula
Chargista que teve arte quebrada por deputado será homenageado por policiais

Policiais chegaram até o homem por evidências de DNA e impressões digitais deixadas no carro, além de imagens da câmera de segurança do estacionamento. Thurman teria confessado o assassinato ainda no domingo.

Segundo o Departamento de Polícia de Chicago, não é a primeira vez que o homem se envolve com a criminalidade. Ele cumpre liberdade condicional após uma condenação por assalto armado, tendo cumprido na prisão dois anos de uma sentença de seis.

Ruth George estava no segundo ano, era membro da fraternidade Delta Epsilon Mu e estudava cinesiologia – campo da ciência que analisa os movimentos do corpo humano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo