Receita e Polícia apreendem anabolizantes com venda proibida no Brasil

Por Agência Brasil

Fiscais da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho (Direp) da Receita Federal e policiais da 22ª delegacia policial (Penha) realizaram uma operação conjunta nesta terça0feira (26) para cumprir 20 mandados de busca e apreensão contra uma organização criminosa que realizava venda de anabolizantes, emagrecedores e outros produtos controlados com venda proibida no Brasil. As vendas eram feitas pela internet.

A ação contou com o apoio de delegacias especializadas da capital e com o auxílio de equipes da Polícia Civil de São Paulo e do Rio Grande do Su. Foram expedidos, pela Justiça, mandados de busca para serem cumpridos nas cidades de São Caetano do Sul (SP) e Santana do Livramento (RS), na fronteira com o Uruguai.

Em um escritório que funcionava como uma loja de sex shop, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio, foram apreendidos inúmeros frascos de chá de nozes da Índia, além de produtos estrangeiros como Adipotrim, Slimmer Extreme, Body Shape e Lida, todos eles de comercialização proibida no Brasil.

Em outros endereços na região metropolitana do Rio foram apreendidos os anabolizantes GH, oxondrolona, deposteron, durateston e wudurateston, além do emagrecedor cloridrato de sibutramina monoidratado.

Na operação foi preso em flagrante Felipe Cunha Badaraco. No endereço dele foram encontrados anabolizantes de procedência estrangeira. Ele foi autuado pelo crime de falsificação, corrupção e adulteração de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais, previsto no artigo 273 do Código Penal Brasileiro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo