Aumento do preço da carne é 'euforia momentânea', diz ministra da Agricultura

Por Rádio Bandeirantes

O governo federal diz que o aumento da carne é pontual e reflete uma “euforia momentânea” do mercado. Um dos motivos é a alta na exportação para a China, onde a produção foi atingida por uma doença.

Como reflexo, com menos oferta no Brasil, o preço ficou mais alto, assustando muita gente. A Rádio Bandeirantes ouviu a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pra saber se algum tipo de intervenção é cogitada.

Ela explicou que essa alta, além do aumento das exportações pra China, tem a ver com outros dois fatores: um é climático e o outro é a recomposição do preço da arrouba, que estava defasado, após abertura de mercados para a carne brasileira.

Veja também:
Peça de guindaste cai sobre pessoas em Osasco e deixa um morto
Prefeitura lança sistema para reduzir prazo de autorização de obras em São Paulo

“Pecuária de gado bovino vinha com preços com não subiam há mais de 3 anos. Com a abertura do mercado tá havendo uma euforia momentânea. Nós tivemos também a seca, que foi mais prolongada. O gado que tá no pasto tá demorando mais pra ficar pronto”.

Tereza Cristina reconhece que quando cair, e se cair mesmo, o preço da carne dificilmente vai voltar aos níveis anteriores. “Isso aconteceu com a soja e outros produtos. Agora chegou a vez da proteína. O que tá causando preocupação é que foi muito rápido, mas eu acho que o mercado se ajusta em pouco tempo”.

Nesse momento, segundo a ministra da Agricultura, o governo não pensa em facilitar a importação para forçar o preço da carne a cair no Brasil.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo