Polícia prende sobrevivente de tomar bebida possivelmente envenenada em Barueri

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

A polícia prendeu na terça-feira (19) um dos sobreviventes do grupo de moradores de rua que tomaram bebida possivelmente envenenada, em Barueri, na Grande São Paulo. O caso ocorreu no sábado – quatro pessoas morreram e outras cinco foram internadas em estado grave.

À Rádio Bandeirantes, o delegado Anderson Gianpaoli, responsável pelo caso, afirmou que Vinicius Salles Cardoso caiu em contradições em dois depoimentos prestados para a polícia. Inicialmente, o homem afirmou que ganhou a bebida na região da Cracolândia, centro de São Paulo.

Veja também:
Menina de 3 anos é espancada e morta em Itaquera; padrasto e mãe são presos
Emissão de CNH em São Paulo tem atraso no prazo de entrega, diz Detran

Após deixar o hospital, ele prestou novo depoimento em que disse ter encontrado a garrafa com embalagem lacrada em Barueri. De acordo com sua advogada, ele diz ter levado a bebida para um albergue e, após dar o primeiro gole, dividiu com outras pessoas no local.

A suspeita é que Cardoso esteja envolvido no envenenamento de um grupo de pessoas em situação de rua – ele também não possui endereço fixo. A Justiça determinou prisão temporária com validade de 30 dias para investigar o caso.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo