Tiroteio em supermercado deixa três mortos nos EUA

Por Metro Jornal com Estadão Conteúdo

Um novo tiroteio ocorreu nos Estados Unidos nesta segunda-feira (18), apenas um dia após a morte de quatro pessoas na Califórnia, baleadas durante uma comemoração de futebol americano.

Desta vez, a polícia confirma três mortes em frente a um Walmart em Duncan, Oklahoma. O chefe da polícia local, Danny Ford, conta ao canal ABC 7News que um dos mortos é o próprio atirador, que utilizou um revólver.

A investigação ainda está em estágio inicial. Às 10h no horário local (13h em São Paulo), equipes policiais receberam o primeiro chamado para o local.

Outros casos
Em uma outra loja do Walmart em El Paso, Texas, um atirador causou a morte de 22 pessoas e deixou 24 feridos em agosto. O criminoso de 21 anos disse que lançou o ataque mortal em resposta ao que chamou de "invasão hispânica" do Texas.

Em julho, uma semana antes, outra loja do Walmart, no Mississippi, foi palco de outro ataque, quando um funcionário insatisfeito matou dois colegas de trabalho e feriu um policial

O Walmart afirmou na sequência dos dois tiroteios dentro de suas lojas, com uma semana de distância entre um e outro, que limitaria as vendas de armas e munições.

O ataque a tiros de hoje é o quarto nos Estados Unidos nos últimos quatro dias; na última sexta-feira, um aluno de uma escola próxima a Los Angeles matou dois estudantes e se suicidou com um disparo na cabeça. Ele morreu dias depois do ocorrido.

Menos de 24 horas depois, no último sábado, cinco pessoas morreram, incluindo três crianças, e outra ficou ferida em um ataque em uma casa em San Diego, na Califórnia.

No domingo, a polícia de Fresno, na Califórnia, disse que quatro pessoas foram mortas a tiros e outras seis ficaram feridas durante um ataque em uma reunião de amigos para assistir a um jogo de futebol. (com agências internacionais)

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo