Confira a cotação do dólar, euro e bitcoin em tempo real nesta quinta, 14 de novembro

Por Metro Jornal

O dólar comercial voltou a subir e fechou em alta de 0,48%, a R$ 4,187 na venda. É o segundo maior valor nominal de fechamento da história, abaixo apenas dos R$ 4,196 de 13 de setembro do ano passado.

O Ibovespa, principal indicador da B3, fechou  em queda de 0,65%, aos 106.751,11 pontos.

O mercado reagiu a incertezas em relação às negociações comerciais entre Estados Unidos e China e ao aumento das tensões políticas em países da América Latina.

Em discurso no Clube Econômico de Nova York, na terça-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que o país e a China estão perto de um acordo inicial para solucionar a guerra comercial que protagonizam, mas que se o pacto não se concretizar, não hesitará em aplicar novas tarifas.

“O mercado estava otimista de que o presidente dos EUA seria diplomático e forneceria detalhes das negociações, enquanto o Trump subiu ao palco em Nova York como um candidato à campanha, que se dedicou a enumerar suas realizações e tentar intimidar seus oponentes, incluindo a China”, avalia Alfonso Esparza, analista de mercado da Oanda para América Latina.

Segundo Esparza, o mercado está concentrando sua atenção na guerra comercial e nos riscos de contágio na América Latina, mesmo com dados positivos no Brasil. O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou ontem que as vendas no varejo no país foram melhores que o esperado, com alta mensal de 0,7%.

Acompanhe as cotações das moedas em tempo real:

Dólar

Euro

Bitcoin

Loading...
Revisa el siguiente artículo