Evo Morales renuncia ao cargo de presidente da Bolívia

Por Metro Jornal

Apesar de ter anunciado novas eleições ainda neste domingo (10), Evo Morales renunciou à presidência da Bolívia no fim da tarde.

Leia mais:
Bolsonaro culpa soltura de Lula por oscilações na Bolsa de Valores
Marinha nega mancha de óleo no Rio Grande do Norte identificada por satélite

Ele fez a declaração de que abandonaria o cargo em transmissão pela televisão em rede nacional. O político havia assumido o cargo no dia 20 de outubro.

O anúncio de Morales vem em meio a um clima de instabilidade na nação boliviana. Tudo começou com um relatório feito pela Organização dos Estados Americanos (OEA) em que são levantadas irregularidades nas eleições do mês passado.

Além disso, várias pessoas pediram ao longo do dia para que Morales renunciasse, como foi o caso do comandante das Forças Armadas da Bolívia, Williams Kaliman.

Outros políticos também saíram de seus cargos neste domingo: o presidente da Câmara dos Deputados Víctor Borda, o ministro da Mineração César Navarro e o ministro de Hidrocarbonetos Luis Alberto Sánchez.

Veja a declaração de renúncia:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo