Aplicativo traz tradução em libras sem gastar internet

Por Metro Jornal

As empresas de telefonia e a Prefeitura de São Paulo fecharam um acordo em que o uso do aplicativo voltado para as pessoas com deficiência auditiva não irá consumir dados dos celulares de usuários.

O aplicativo em questão é o CIL-SMPED, que permite que o surdo inicie uma video chamada com a CIL (Central de Intermediação em Libras) – vinculada à Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência – na hora de seu atendimento em qualquer serviço público do município. Dessa forma, um interprete de libras irá mediar a comunicação entre atendente e o surdo.

O designer gráfico Bruno Canuto, 21 anos, é surdo de nascimento e diz :“Antes do app da CIL  eu sempre tinha que ter alguém da família me guiando, não conseguia fazer as coisas sozinho. Graças a essa tecnologia, eu estou conseguindo essa independência, porque o aplicativo é muito bom”.

Eduardo Jurado, 35 anos, também é surdo e concorda com Canuto: “Agora eu sinto que não tenho dependência de ninguém, eu tenho igualdade com os ouvintes nos atendimentos e me sinto muito melhor”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo