Lançamento e venda de imóveis batem recorde em São Paulo

Por Metro Jornal

O mercado imobiliário de São Paulo já reflete a retomada gradual da economia. Entre janeiro e setembro, as vendas e lançamentos de imóveis na cidade foram recordes, segundo o Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

“No acumulado de janeiro a setembro, as vendas de 30,5 mil imóveis e os lançamentos de 32 mil unidades aumentaram em 68,8% e 96,1%, respectivamente, em relação ao acumulado do mesmo período do ano passado. É um recorde percebido pela pesquisa”, assinala Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP.

No mês de setembro, foram comercializadas 4.055 unidades residenciais novas. Apesar de ter sido 7,9% inferior ao total das vendas de agosto, o resultado superou em 108,7% os dados de setembro de 2018 e ficou acima da média histórica do mês, de 2.737 unidades.

São Paulo registrou o lançamento de 4.026 unidades residenciais, volume 33,6% abaixo do apurado em agosto e 54,5% acima do total de setembro do ano passado.

Petrucci  destaca que o que o bom desempenho no mês não está atrelado a apenas um segmento. Segundo a pesquisa, imóveis de 1 dormitório, por exemplo, predominaram em lançamentos, com 1.654 unidades. Já os imóveis de 2 dormitórios lideraram em vendas (2.113  unidades) e oferta (14.883 unidades).

Os imóveis com valor de até R$ 240 mil tiveram as maiores vendas (1.486 unidades) e oferta final (10.574 unidades).

A capital paulista encerrou setembro com a oferta de 25.563 unidades disponíveis para venda. A quantidade de imóveis ofertados cresceu 1% em relação a agosto e 53% em comparação a setembro de 2018. Esta oferta é composta por imóveis na planta, em construção e prontos (estoque), lançados nos últimos 36 meses.

sp imóvel Reprodução
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo