Usuários de patinete elétrico em São Paulo pagarão taxa por corrida à prefeitura

Por Lucas Jozino – Rádio Bandeirantes

A Prefeitura de São Paulo vai cobrar R$ 0,20 a cada viagem de patinete elétrico na cidade. Este valor será somado ao preço estipulado pelas empresas, que calcula a quilometragem e o tempo, a partir de quando o veículo começou a andar.

Além da tarifa imposta pela administração municipal, até que as empresas se cadastrem juntamente a prefeitura, será cobrado R$ 30 por mês por cada patinete em uso. Em caso de descumprimento, as companhias serão punidas com uma multa, cujo valor ainda não foi revelado.

Veja também:
Em ‘A Cidade dos Piratas’, Otto Guerra leva os piratas de Laerte aos cinemas
Covas reage bem à quimioterapia, mas ainda não há previsão de alta

A regulamentação do uso de patinete elétrico foi publicada nesta quinta-feira (31) no Diário Oficial do Município.

Uma outra mudança importante é a proibição do estacionamento de veículos nas calçadas. As empresas terão de criar pontos de parada provisórios e um bolsão para guardar os equipamentos.

O uso de capacete também deverá ser regulamentado, mas ainda é necessária uma autorização da Justiça.

A fiscalização será feita pela CET e pela Secretaria de Subprefeituras.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo