Centro Aberto: São Paulo terá cinco novas áreas de convivência para pedestres

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo anunciou cinco novos pontos que receberão unidades do programa Centro Aberto – que visa requalificar espaços públicos com áreas de convivência principalmente em áreas mais afastadas da região central da cidade.

As unidades serão instaladas nos seguintes endereços:

  1. Praça Padre Bento, na Mooca (zona leste)
  2. Praça Oito de Setembro, na Penha (zona leste)
  3. Avenida Dr. Antonio Maria Laet, em Santana (zona norte)
  4. Largo do Clipper, na Brasilândia (zona norte)
  5. Praça Ministro Costa Manso, na Sé (centro)

O projeto prioriza a circulação de pedestres e prevê a instalação de deques de madeira e iluminação, além de ponto de internet gratuita e estações de bicicletas compartilhadas. Os espaços também devem receber atividades esportivas e culturais.

Sem investimento da iniciativa privada, o custo para a construção desses espaços, de acordo com a prefeitura, é entre R$ 200 mil e R$ 500 mil, dependendo do tamanho do projeto. Já sua manutenção mensal custa entre R$ 10 mil e R$ 15 mil.

Veja também:
Loterias da Caixa ficam mais caras a partir de janeiro; veja novos preços
Postos de saúde de São Paulo estão com a vacina pentavalente em falta

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo