Lançamento de imóveis dobra no primeiro semestre no ABC

Puxado por Santo André, região registra aumento de 98% de novas unidades em comparação ao mesmo período em 2018

Por Metro ABC

O ABC teve um crescimento de 98% na quantidade de lançamentos de imóveis no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2018. Por outro lado, o número de unidades vendidas caiu 47%. Os dados, que incluem São Bernardo, Santo André, São Caetano, Diadema e Mauá, são da ACIGABC (Associação das Construtoras, Imobiliárias e administradoras do Grande ABC).

Entre janeiro e junho de 2019, o mercado imobiliário da região colocou à venda 1.062 imóveis, enquanto no ano passado foram 536 (confira detalhes ao lado). De acordo com o presidente da ACIGABC, Marcus Santaguita, os números refletem uma recuperação na confiança dos empresários.

“Há muito tempo estamos com uma insegurança grande no setor. Mas esses dados mostram que, aos poucos, a confiança está voltando. A Lei do Distrato (de 2018, que regulamentou o distrato imobiliário) também trouxe maior segurança jurídica contra prejuízos”, afirmou.

Santo André praticamente puxou sozinha o aumento no ABC. O número de lançamentos na cidade passou de 272 para 908. Santaguita avalia que as regras para construção no município são o principal fator para explicar os dados. “As leis são mais adequadas. Por exemplo, em Santo André é possível construir um número maior de unidades por terreno, diferente de São Bernardo e São Caetano.”

Queda nas vendas

Referente à diminuição na comercialização, Santaguita afirma que a falta de unidades em estoque foi o motivo para a queda. “Atualmente, estamos com 1.900 unidades no ABC inteiro, enquanto o estoque médio é de 4.000. Além da crise, a falta de construções também ajuda na redução”, disse.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo