Miguel Díaz-Canel é eleito 1º presidente de Cuba após 43 anos

Por Ansa

O Parlamento de Cuba elegeu nesta quinta-feira (10) o atual líder do país, Miguel Díaz-Canel, como o novo presidente da República, em eleições que cumprem a nova Constituição Nacional. A modificação da estrutura de poder, aprovada em abril deste ano, restitui o cargo que havia sido eliminado em 1976. Com 59 anos, Díaz-Canel atuava como presidente dos Conselhos de Estado e Ministros desde 2018, quando assumiu como sucessor de Raúl Castro. Durante seu primeiro mandato de cinco anos, ele terá poderes mais amplos e não ficará mais dependente da aprovação do Conselho de Estado. O vice-presidente eleito foi Salvador Valdés, de 74 anos, enquanto Esteban Lazo, de 75, foi ratificado como chefe do Parlamento e também liderará o Conselho de Estado. Já Ana María Mari Machado foi escolhida como vice-presidente da Assembleia e Homero Acosta Alvarez como secretário.

O Conselho de Estado, até o momento com 31 membros, incluindo seis vice-presidentes, foi reduzido para 21, com quatro novos membros. Em seu primeiro discurso como mandatário de Cuba, Díaz-Canel ressaltou que "as prioridades do governo são as exportações, o investimento estrangeiro, a construção de casas, a produção de alimentos, o turismo, o transporte e as fontes renováveis de energia". As eleições desta quinta-feira(10) precederam uma sessão extraordinária do Parlamento, na qual Díaz-Canel estimou que a crise do combustível, que afetou o país e foi anunciada no início de setembro, já havia passado por uma fase crítica.

A escassez ocorreu devido às medidas americanas para interromper o fornecimento de petróleo venezuelano a Cuba em retaliação por seu apoio à Venezuela.

O novo presidente ainda explicou aos deputados que os "efeitos" dessas ações foram "inferiores ao esperado" e que elas foram capazes de evitar os "apagões" elétricos. Além disso, o cubano afirmou que o país não ficou "paralisado" nesse período. O cargo de presidente da República foi extinto em Cuba há 43 anos, quando foi criado o sistema do Poder Popular, liderado pelo presidente dos Conselhos de Estado e ministros, ocupado por Fidel Castro (1976-2008) na época.

Depois que Castro adoeceu, Raúl Castro (2008-2018) foi escolhido nas eleições de 2008 e reeleito no pleito seguinte. Atualmente, ele é o primeiro secretário do Partido Comunista de Cuba, que, por Constituição, é o corpo governante do sistema socialista da ilha.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo