Polícia Civil fica sem guincho à noite em São Paulo

Por Metro Jornal

Desde quarta-feira, a Polícia Civil do Estado de São Paulo não conta mais com o serviço de guincho durante a noite e madrugada. Agora, todas as delegacias do estado só têm o serviço disponível das 9h às 21h.

A presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, Raquel Kobashi Gallinati, acredita que a frota já está sucateada e que a polícia precisa desse atendimento 24 horas por dia. “Tirar esse serviço de guincho realmente é uma decisão que inviabiliza o trabalho do policial, além de colocá-lo em riscos.”

“O serviço atende não somente veículos policiais, mas qualquer carro que esteja envolvido em uma ocorrência da Polícia Civil, que também acabará ficando sem esse atendimento”, acrescenta Raquel. Segundo ela,  a suspensão do serviço só irá agravar ainda mais a situação em que a frota de veículos se encontra.

Em julho, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo divulgou um relatório que mostra que muitas delegacias não têm a quantidade suficiente de carros para o trabalho policial e que as existentes necessitam de reparos constantes ou estão inoperantes. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo