Procurador que tentou matar juíza é transferido para ala psiquiátrica de hospital

Por Metro Jornal

O procurador da Fazenda Matheus Carneiro Assunção, preso na quinta-feira (3) após tentativa de homicídio de uma juíza no TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), em São Paulo, deixou a prisão preventiva para ser internado na ala de psiquiatria do Hospital das Clínicas.

A decisão foi tomada na madrugada deste sábado (5) pela Justiça Federal. O texto, assinado por um juiz plantonista, ainda afirma que, uma vez transferido para a unidade de saúde, não será necessária a presença e monitoração de agentes da Polícia Federal no local.

Leia mais:
Eles também sofrem! Saiba como garantir a saúde e o conforto do seu pet no calor
Imagens mostram perseguição em alta velocidade em São Paulo; assista

O processo, de acordo com a Justiça Federal, volta para a juíza que deu a decisão para análise na segunda-feira (7). Na sexta, em audiência de custódia, o órgão havia convertido a prisão em flagrante do procurador por prisão preventiva – ele estava no presídio de Taubaté, no interior de São Paulo.

Assunção invadiu uma sala no TRF-3 onde estava a juíza federal Louise Filgueiras por volta das 18h de quinta. Ele a atacou com uma faca e foi contido por funcionários do local, um prédio na avenida Paulista. A vítima teve um corte superficial no pescoço e passa bem.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo