Caso Marielle Franco: Operação prende cinco acusados de envolvimento na morte da vereadora

Por Marcus Sadok - BandNews FM

A Policia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira (3) cinco pessoas acusadas de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (Psol). Entre os alvos da operação, que contou com apoio do MP (Ministério Público) do estado, estão um ex-sócio e a esposa de Ronnie Lessa, preso acusado de matar a parlamentar e seu motorista, Anderson Gomes.

Márcio Montavano, o Gordo, seria o responsável por retirar as armas usadas no crime na casa de Lessa. Além dos cinco mandados de prisão, foram cumpridos outros 20 de busca e apreensão.

Veja também:
Minhocão: TJ-SP derruba liminar que barrava parque
Umidade vai a 20% e qualidade do ar fica ruim em São Paulo

Os presos vão responder por obstrução de Justiça, porte de arma e associação criminosa. Segundo investigações da Delegacia de Homicídios, o grupo teria executado o plano de jogar as armas nas águas da Barra da Tijuca, próximo às Ilhas Tijucas, sob o comando de Elaine Lessa.

O armamento foi lançado ao mar dois dias depois das prisões de Ronnie e do ex-policial militar Élcio de Queiroz, ocorridas em 12 de março deste ano ambos estão presos em uma penitenciária federal.

A Polícia Civil ainda investiga quem mandou matar Marielle Franco e Anderson Gomes – execuções ocorreram em março de 2018. A Procuradoria-Geral da República abriu inquérito para investigar pessoas que estariam atrapalhando as investigações, incluindo um delegado da Polícia Federal.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo