Seminário destaca novos formatos do jornalismo

Por Metro Jornal

Em parceria com a Columbia Journalism School, a ESPM promoveu nesta terça-feira o seu 3o Seminário Internacional de Jornalismo. Ernest R. Sotomayor, professor e diretor das iniciativas latino-americanas da CJS, enalteceu que “momentos de crise como este devem ser encarados como oportunidade de aplicar a criatividade e repensar os modos de se fazer jornalismo.”

Claudia Bredarioli, gestora de crise em empresas de comunicação, falou da necessidade de investir em formatos que vêm atraindo audiência: newsletters, vídeos para redes sociais, checagens de fatos, podcasts, publicações e sites dedicados a grandes reportagens e reportagens de contexto.

Na mesa, mediada por Leão Serva, professor da ESPM e diretor de jornalismo da TV Cultura, participaram Felipe Recondo, do site Jota, especializado em informações institucionais; Francisco Mesquita Neto, diretor-presidente do Grupo Estado; e João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação, do qual o Metro Jornal faz parte.

João Saad criticou a concentração em cima das gigantes mundiais de internet, que acaba gerando lucro, emprego e impostos fora do Brasil: “Estamos dando de cara com um duopólio planetário e isso precisa ser olhado sob um ponto de vista político. Estão pegando o conteúdo produzido, reembalando e vendendo na outra ponta.” Já Mesquita Neto, disse que o Estadão cresceu com o digital. “Hoje, são 25 milhões de unique visitors.” 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo