Lava Jato: Esquema de propinas dentro da Receita Federal é alvo da PF

Por BandNews FM

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram na manhã desta quarta-feira (2) a Operação Armadeira, um desdobramento da Lava Jato, no Rio de Janeiro.

A ação ocorre com apoio do Ministério da Fazenda e da Receita Federal e o objetivo é desarticular uma quadrilha que teria atuação dentro da própria Receita Federal.

Veja também:
Twitter tem falha e apresenta instabilidade no Brasil e no mundo
Polícia localiza mulher sequestrada com ajuda de rastreador de seu celular em SP

A investigação teve início com base em uma delação. Um colaborador da Lava Jato afirmou ter recebido proposta de propina de um servidor da Receita para que ele não fosse autuado em procedimento fiscal. As investigações apontaram, ainda, a existência do uso de informações privilegiadas para beneficiar terceiros e de patrimônio dissimulado.

Ao todo são 39 mandados de busca e apreensão, 5 mandados de prisão temporária e 9 mandados de prisão preventiva, todos expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. O primeiro preso já chegou a sede da Polícia Federal, na zona portuária: Leônidas Pereira Quaresma, ex-auditor da Receita.

Os suspeitos de integrarem a quadrilha e alvos da ação desta terça são:

Prisão temporária

  • Leônidas Pereira Quaresma
  • João Batista da Silva
  • Fábio dos Santos Cury
  • Alexandre Ferrari Araujo
  • Fernando Barbosa

Prisão preventiva

  • Marcial Pereira de Souza
  • Rildo Alves da Silva
  • Monica da Costa Monteiro Souza
  • Marco Aurélio da Silva Canal
  • Sueli Monteiro Gentil
  • Daniel Monteiro Gentil
  • Eliseu da Silva Marinho
  • Narciso Gonçalves
  • José Carlos Reis Lavouras
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo