Menina de 9 anos é encontrada morta após desaparecer de festa na zona norte

Por Metro Jornal

Uma menina de 9 anos foi encontrada morta em Perus, na zona norte de São Paulo, na tarde de domingo (29). Raíssa Eloá Caparelli Dadona estava em uma festa no CEU Anhanguera, cerca de dois quilômetros do parque Anhanguera, onde o corpo foi encontrado pendurado em uma árvore.

Ela estava com uma tira amarrada no pescoço, mas a perícia ainda irá confirmar se a morte foi por estrangulamento, já que o rosto tinha uma mancha de sangue e o ombro estava com algumas lesões. O caso está com a 5ª DHPP da Polícia Civil.

Veja também:
Covas anuncia novo hospital público veterinário na Zona Sul de SP
Eike Batista é multado em R$ 82 milhões e condenado a 8 anos e 7 meses de prisão

A mãe da criança, Vânia Caparelli Dadona, afirmou que levou Raíssa e um irmão mais novo para um evento no CEU no início da tarde. Ela deixou a filha o pula-pula e saiu para buscar pipoca para o menino – quando voltou, a vítima havia desaparecido.

Seu corpo foi encontrado por volta das 14h – apesar do crime, o parque funciona normalmente nesta segunda (30) – e enterrado no Cemitério Municipal de Perus. Raíssa Eloá passava por um tratamento para autismo.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo afirmou ter tomado as previdências necessárias. Os vigilantes do CEU e do parque, ambos de responsabilidade do município, preservaram o local do crime e acionaram a polícia e a GCM (Guarda Civil Metropolitana).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo