Total de feminicídios cresce em 12,5% no estado de São Paulo

Por Metro Jornal

A promotora de eventos Taynara dos Santos, 31 anos, foi morta na frente dos filhos na madrugada desta terça-feira, em sua casa, no Capão Redondo (zona sul). Seu ex-marido, o cabeleireiro Rafael Orgelio, 31 anos, foi preso acusado do crime.

Taynara foi mais uma vítima de feminicídio, crime que teve aumento de 12,5% nas vítimas no ano passado no estado de São Paulo, de 120 em 2017 para 136 em 2018.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo disse em nota que aumentou de uma para 10 as Delegacias da Mulher 24 horas no estado e mais 30 devem ser abertas até 2022. Além disso, destacou a criação do SOS Mulher, app que prioriza o atendimento às vítimas com medidas protetivas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo