Chineses afirmam ter feito primeiro clone de um gato

Por Metro Jornal

Uma empresa chinesa de nome Sinogene afirma ter feito sua primeira clonagem bem-sucedida de um gato. O original é o falecido "Dasuan", gatinho da raça British shorthair, que pertenceu à Huang Yu, de 23 anos.

A semelhança entre os dois gatos é de mais de 90%, afirma Huang Yu, e o procedimento custou 250.000 yuan (cerca de R$ 143,4 mil).

LEIA MAIS:
Novo procurador-geral da república pode ser anunciado nesta quinta-feira
De filtros a testes, Warner lança aplicativo de ‘Friends’ com várias funções

Dasuan-clone nasceu em julho, sete meses após a morte do animal original. O laboratório que lhe deu vida já realizou o procedimento de clonagem com mais de 40 cães – num processo custando mais de R$ 217 mil.

Em entrevista à Agência France Presse, o diretor executivo Mi Jidong conta que o processo de clonagem é popular com clientes mais jovens, apesar do alto custo. "Independente da origem dos bichos, seus donos os vêem como parte da família. A clonagem de animais atende às necessidades emocionais das novas gerações".

Huang Yu é parte deste grupo. "Quando Dasuan morreu, eu fiquei muito triste. Eu não conseguia encarar a realidade, porque foi uma morte repentina", contou. "Eu me culpo por não o levar ao hospital a tempo, o que causou sua morte".

Agora, o dono torce para que a personalidade do novo Dasuan seja igual à do original.

Após ovelhas, cães e gatos, a nova aposta de cientistas chineses é a clonagem de pandas. Apesar de ser ilegal em diversos países, a clonagem de animais domésticos é permitida em locais como a China, a Coreia do Sul e os Estados Unidos – onde a cantora Barbra Streisand, recentemente, clonou seu próprio cão.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo