Bolsonaro indica Augusto Aras para Procuradoria-Geral da República

Por Metro Jornal com Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta quinta-feira, 5, ao cargo de procurador-geral da República o subprocurador Augusto Aras.

O nome ainda precisa ser aprovado em sabatina pelo Senado. O PGR pode ficar no cargo por dois anos, e se candidatar à recondução – na qual é escolhido para assumir, novamente, a procuradoria.

Aras substituirá Raquel Dodge, cujo mandato acaba no dia 17 de setembro. Como o prazo para a tramitação no Senado é curta, o mais provável é que haja um período de transição entre e Dodge e o novo indicado.

A condução interina da Procuradoria-Geral da República (PGR), nesse caso, pela lei, ficaria incumbida ao vice-presidente do Conselho Superior do Ministério Público Federal, Alcides Martins, subprocurador-geral da República.

Nos últimos meses, Aras se reuniu com Bolsonaro ao menos cinco vezes, fora da agenda do presidente.

A decisão de Bolsonaro vai contra a tradição dos últimos 16 anos, segundo a qual o procurador-geral vinha sendo escolhido dentro de uma lista tríplice formulada em votação na categoria de procuradores da República.

Neste ano, os nomes mais votados foram Mário Bonsaglia, Luiza Frischeisen e Blal Dalloul.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo