Campanha de vacinação contra sarampo continua para as crianças

Por Metro Jornal São Paulo

A Secretaria Municipal da Saúde decidiu manter a vacinação contra o sarampo em bebês de 6 a 11 meses de idade mesmo após o fim da campanha, anteontem.

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou, na sexta-feira, mais duas mortes por sarampo em São Paulo. São dois bebês: um de 9 meses, na capital, e outro de 4 meses, em Osasco (Grande SP).

Com estes óbitos, o número de mortes por sarampo no estado subiu para três. São os primeiros casos desde 1997. A outra morte confirmada foi de um homem, 42 anos, no último dia 17, em Itaquera (zona leste).

Sarampo na capital

Segundo o boletim mais recente divulgado pela Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde), com informações até o último dia 22, as zonas oeste e leste tiveram o maior número de casos registrados da doença em 2019.

Os dados apontam que as UVIs (Unidades de Vigilância em Saúde) Lapa/Pinheiros (zona oeste) e Mooca/Aricanduva (zona leste) registraram de 585 a 729 casos, cada uma. Ao todo, a capital já confirmou, neste ano, 1.637 casos da doença.

A campanha

Iniciada em junho e prorrogada duas vezes, a campanha de vacinação atingiu 66,2% da meta de crianças, com 56 mil imunizações. Entre os jovens de 15 a 29 anos, a cobertura é de 42,5%, com 1,2 milhão de doses.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo