ABC ganha 1ª unidade para transplante de medula

Por Metro Jornal

Pacientes em tratamento de doenças hematológicas terão, a partir de terça-feira, a primeira unidade de transplante de medula óssea no ABC. Os procedimentos serão realizados pelo Hospital e Maternidade Brasil, da Rede D’Or, em Santo André, para conveniados em planos de saúde privados.

A nova estrutura terá de quatro a seis leitos disponíveis e funcionará no último andar do prédio hospitalar, inicialmente voltada para tratamento das células-tronco do próprio paciente. O espaço conta com controle de circulação de ar e água, e uma equipe de médicos, enfermeiros, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas e fisioterapeutas.

Veja também:
Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles retratam Brasil histórico, atual e do futuro em ‘Bacurau’
São Caetano amplia almoço a todos os alunos

Coordenadora do serviço de medula óssea do Hospital Brasil, Andreza Feitosa afirma que o serviço completa um tripé. “A avaliação de iniciar o transplante de medula óssea começou há  um ano e meio, desde que instituímos o serviço de oncologia e hematologia”, diz.

Antes, o tratamento era mais acessível em São Paulo. O ABC recebe uma unidade passados 40 anos do primeiro transplante de medula óssea no Brasil, em Curitiba (PR). Segundo a Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea, o país dispõe de 87 unidades para esse procedimento, com 3 mil atendimentos realizados por ano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo